Escrever à mão é mais saudável do que digitar

Facebook, WhatsApp, Messenger, Blogs, são tantas plataformas de escrita digital que a maioria da população abandonou a analógica escrita à mão.  E ninguém aqui precisa deixar as novas ferramentas de texto, que trazem tanta agilidade para os nossos dias. Mas é fundamental retomar a caligrafia, pois ela fortalece a nossa saúde mental.

Um estudo divulgado no The New York Times revelou que o hábito de escrever à mão aumenta a atividade cerebral 3 vezes mais do que a escrita digital.  Sim! três vezes mais! Os psicólogos e neurocientistas afirmaram que  essa prática não só melhora a memória como também desenvolve o raciocínio. Já a digitação, apesar de ser rápida e eficiente, pode diminuir a capacidade de reter e codificar informações.

Uma outra pesquisa  realizada em escolas norte-americanas comprovou esse efeito.  Os jovens que não têm o costume de escrever à mão não conseguem diferenciar a linguagem formal da informal e também têm dificuldades para interpretar textos longos.  Enquanto os praticantes da escrita cursiva compreendem textos mais complexos e se expressam melhor em diversas situações comunicativas.

Assim como os exercícios físicos são para o corpo, a escrita à mão é para cérebro. E se você não quer ficar neurologicamente sedentário e doente, é melhor separar um caderninho aí e começar a praticar a caligrafia. O seu cérebro agradece.

Elaine Rodrigues
Professora de Literatura e Redação
Autora do livro DESFRAGMENTOS: crônicas e poesias
E-mail: eredigindo@gmail.com

Publicidade

11 comentários em “Escrever à mão é mais saudável do que digitar

  1. A maioria dos meus professores do Ensino Médio exigiam que os trabalhos fossem escritos à mão, porque segundo eles escrevendo a gente fixaria melhor o conteúdo do que digitando. É verdade. Outra vantagem de usar a caneta e o papel é que me concentro mais, consigo passar mais horas estudando assim do que no computador.

    Dia desses estava revisando minha apostila de Grafia/Norma Culta e… nossa, sabe as palavras com “ss” “ç” “J” “G”…? Eu só percebi que confundo demais, porque fui escrever no papel e bateu a dúvida. O corretor do celular tem me deixado burrinha, porque antes mesmo que eu erre ele já sugere a palavra certa sem nem me dar a chance de pensar. Já o papel é mais exigente (risos).

    Uma observação sobre as plataformas digitais: no Twitter, por exemplo, como parte do humor a gente tem a mania de escrever errado de propósito (risos), não existem regras… mas como eu disse: faz parte do humor. Acho meio perigoso de causar vício, mas me divirto muito naquele site! 😂😂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Realmente, a concentração é maior no papel.
      E o corretor ortográfico tem essa desvantagem, ficamos dependentes dele e quando precisamos escrever à mão, como numa prova de redação, corremos o risco de errar até palavras comuns.
      Também sou super adepta da linguagem informal nas plataformas digitais, inclusive aqui (rs), precisa ser assim pra dar fluidez ao texto. Gostei do seu comentário!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Quando eu era criança minha mãe me deu uma dica para estudar para provas: escrever resumos à mão. E realmente ajuda a fixar os conteúdos. Mas fiquei impressionada com a diferença na habilidade de interpretar textos longos entre os que somente digitam e aqueles que escrevem à mão!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s